Diretora da primeira faculdade Waldorf do país é um guia para os futuros professores

Melanie Mangels Guerra se equilibra entre as funções de diretora, professora e tutora para acompanhar de perto a formação dos alunos da Faculdade Rudolf Steiner

SHARE
, / 1

O Brasil tem muitas faculdades de pedagogia, mas apenas uma tem como eixo central os princípios da antroposofia e da pedagogia Waldorf: a Faculdade Rudolf Steiner. Localizada em uma espaçosa área de 16,6 mil m2 no Alto da Boa Vista, bairro nobre da zona sul de São Paulo, a instituição é dirigida por Melanie Mangels Guerra, que também é uma de suas idealizadoras.

Ela comanda a instituição de ensino superior criada em 2018, dá aulas e exerce a função de tutora da primeira turma de alunos, hoje formada por 27 pessoas. Esse papel foi criado pela faculdade para que um mesmo professor acompanhe os alunos durante os quatro anos do curso e, assim, estabeleça com eles uma relação de proximidade e cumplicidade.

“Tratamos de questões práticas relacionadas ao curso, mas também de questões mais pessoais. O início da docência traz muita insegurança e ansiedade, principalmente para os mais jovens. Como tutora, eu os oriento e os ajudo a resolver essas angústias”, conta Melanie, que foi professora de educação básica entre 1997 e 2011. Desde então, ela atua na formação de professores.

Com essa bagagem, Melanie extrai de suas vivências os conselhos que dá aos alunos – os conselhos, contudo, só chegam depois de uma escuta cuidadosa, etapa que considera fundamental nessa relação. Já o carisma é o que faz da educadora um guia para muitos estudantes.

Curioso é que a educação não foi a primeira escolha de Melanie, que começou sua vida profissional como enfermeira. “Comecei a trabalhar e percebi que não queria trabalhar com a doença, mas na prevenção da doença. Foi daí que parti para a educação”, diz. “Temos também uma necessidade absurda de formar bons professores no Brasil. Essa responsabilidade me motiva muito”, finaliza.

Faculdade Waldorf Rudolf Steiner

Melani Guerra (foto: divulgação)

Leia também:

Startup desenvolve tecnologia para facilitar o acesso de deficientes visuais à leitura e à escrita

Licenciaturas precisam ser menos teóricas, defende especialista

Artigos relacionados

Comentários

comentários

 blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN