Fundador da Universidade de Guarulhos, Antônio Veronezi falece de covid

O professor e empresário era um dos donos da Unisa. Sua trajetória profissional impulsionou a expansão do ensino superior no país

SHARE
, / 0

O ensino superior brasileiro perdeu uma pessoa visionária e marcante na história do setor. Antônio Veronezi faleceu ontem, 11, em São Paulo, vítima de covid-19. Ele tinha 77 anos e estava internado desde o fim de novembro no Hospital Sírio Libanês. São inúmeras as contribuições de Veronizi para o ensino superior. Tanto que o atual ministro da Educação, Milton Ribeiro, fez a seguinte postagem em suas redes sociais: “Em nome do MEC, registro meu pleito de reconhecimento ao grande Educador, Prof. Antônio Veronezi. Rogo a Deus o conforto, especialmente sobre a família e também sobre seus colaboradores”.

Leia: Morre fundador da Anhembi Morumbi, Gabriel Mario Rodrigues

O empresário contou sua trajetória na educação superior em entrevista ao Meesup (Museu do Empreendedor do Ensino Superior). Confira aqui.

Antônio Veronezi
Antônio Veronezi (foto: reprodução Alesp)

Impulsionando faculdades

Antônio Veronezi é o fundador da Universidade de Guarulhos e um dos donos da Universidade Santo Amaro (Unisa). Contudo, a educação sempre caminhou ao seu lado. Ele começou a trabalhar cedo, aos 11 anos, como office boy no Colégio do Ateneu Ruy Barbosa, bairro da Penha, SP. Aos 25 anos voltou ao colégio já formado em química industrial e criou o curso técnico na mesma área de sua formação.

Leia: As prioridades do Conselho Nacional de Educação em 2021

Segundo o portal da Câmara dos Deputados, criou ainda a Faculdade Farias Brito, de Guarulhos, em 1970, da qual foi diretor-geral por dois anos. Em 1972 foi convidado a fazer um plano de recuperação para a Faculdade de Direito de Bragança Paulista. Em Itatiba, SP, foi responsável pela criação da Faculdade de Filosofia Ciências e Letras e a Faculdade de Engenharia. Lançou também as Faculdades Integradas Santo Antônio e as Faculdades da Zona Leste de São Paulo, hoje UNICID, mas absorvida pela Unicsul.

Orientou e formatou a primeira faculdade particular de Belém do Pará, hoje UNAMA – Universidade da Amazônia. Em 1978, transformou as Faculdades Farias Brito na Universidade de Guarulhos, sendo eleitor reitor.

Ocupou a diretoria e a vice-presidência do Semesp e criou, em 1985, a ANUP – Associação Nacional dos Universidades Particulares.

Leia também:

“A educação e o sistema econômico não conversam”

O ensino superior precisa se reinventar, mas como fazer isso?

Artigos relacionados

<

Comentários

comentários

 youjizz

best replica watches

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN