my site my site my site

“Miopia” no marketing da IES e problemas na captação e evasão

Entenda como as campanhas para matrículas nas instituições focadas apenas no aspecto financeiro podem estar em descompasso com os interesses dos novos alunos

SHARE
, / 0

Por Marcelo Daniel

Já faz algum tempo que o ingresso em uma instituição de Ensino Superior significava, por si só, ser absorvido pelo mercado de trabalho no futuro.

“A universidade precisa entender que ela é um meio e não uma garantia de carreira para quem entra; o que percebemos é que, ainda hoje, há lacunas entre o que os candidatos esperam e os conteúdos a eles oferecidos”, observa o CEO da BRG Educacional, Rodrigo Wazlawig.

Na visão do psicólogo, ao fazer a matrícula, existem diversos fatores que fazem a conexão entre o aluno e a IES – um deles, por exemplo, é o quesito financeiro, que é importante, porém não representa a única variável.

Para o senior Product Manager and New Business da BRG Educacional, Thiago Balero, a oferta de vagas na educação superior no país ainda está ligada a uma captação que ele classifica como “volumétrica”, com foco, principalmente, no valor da mensalidade.

captação e evasão alunos
Foto: Shutterstock

Mais alinhamento, menos impulso

Ao se comunicar com esse aluno de forma voltada prioritariamente à questão financeira, na visão de Balero, a IES desempenha uma ação “míope” de marketing, e corre o risco de ter problemas – tanto do ponto de vista da captação, quanto da evasão.

“A questão do dinheiro é apenas um dos gatilhos desse relacionamento e, ao se distanciar dos anseios pela futura carreira do estudante, é aí que ele geralmente tranca a matrícula ou troca de faculdade”, explica.

Para preencher esse gap, Wazlawig investiu em conhecimentos da área de psicologia e tecnologia para produzir uma plataforma online, que é a evolução do teste vocacional tradicional. “A ideia foi modernizar esse processo usando ciência de dados, inteligência artificial e Machine Learning para analisar os interesses de cada aluno, de forma individualizada”, diz.

Com a solução da BRG Educacional, além do quesito financeiro, outros fatores conectam a universidade ao candidato, como áreas de interesse, possibilidades de carreira e até geolocalização.

Na opinião de Balero, é uma forma de receber alunos que não se inscreveram pelo simples impulso. “É uma entrega de um lead extremamente qualificado, de um indivíduo consciente do que busca e que, assim, sabe o que esperar da instituição”, diz.

Um conhecimento e direcionamento de público-alvo que pode proporcionar uma economia de até 20% no investimento em marketing.

Leia também:

Teste da OCDE ajuda pessoas a analisaram o futuro do trabalho

As novas pedagogias precisam comprovar sua eficácia

O valor da educação para a geração Z

Comentários

comentários

 youjizz

best replica watches

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN