Kroton lança licenciatura em educação especial

O curso terá como foco preparar o profissional para elaborar recursos pedagógicos inclusivos

SHARE
, / 0

A Kroton acaba de lançar o curso de licenciatura em educação especial. Com duração de quatro anos, a iniciativa tem como objetivo formar educadores para que possam atender alunos com deficiência que inclui particularidades intelectuais, sensoriais e físicas e capazes de atuar na docência em espaços escolares e fora do ambiente, no atendimento especializado e consultoria. O nosso curso faz agora parte de todas as faculdades do grupo, Anhanguera, Fama, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar.

Leia: Novas diretrizes: as competências que todos os professores devem ter

licenciatura educação especial
Educação especial é fundamental para uma educação mais justa (foto: Envato Elements)

“A inclusão é uma necessidade e precisa ser debatida e expandida. Desta forma, queremos formar educadores aptos a desenvolver estratégias pedagógicas que favoreçam a criação de vínculos afetivos, relações de troca e a aquisição de conhecimento, de forma inclusiva e acessível, eliminando qualquer barreira no processo de aprendizagem. O Nosso curso desenvolverá competências em uma abordagem inclusiva e trará possibilidades de desenvolvimento das pessoas com deficiências, de forma alinhada às situações reais do cotidiano escolar”, declara a diretora de planejamento e desenvolvimento de produto acadêmico da Kroton, Thais de Jesus.

No Brasil, o número de pessoas com deficiências matriculadas na educação básica vem aumentando consideravelmente a cada ano. Dados divulgados em 2019 pelo Censo Escolar, revelam que de 2015 a 2018, houve um aumento de 33,2%. “Sabemos que lidar com a diversidade dos estudantes passou a ser um desafio cada vez maior para os educadores. Portanto, esperamos que nosso curso forme profissionais qualificados e conscientes do amplo conceito de diversidade humana para pensar a educação inclusiva como fruto de um processo histórico da relação da sociedade com a pessoa com deficiência, ligado à ideia de conquista de direitos e de uma sociedade democrática”, completa Thaís.

Leia também:

5 perguntas que lideranças devem se fazer para combater a desigualdade racial

Número de alunos com deficiência está em expansão nas instituições de ensino superior

Artigos relacionados

Comentários

comentários

 youjizz

best replica watches

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN