my site my site my site

A tecnologia e as novas formas de pensar a educação

Inovação, disruptura, foco no usuário: como a mudança de mindset se enquadra no dia a dia das IES – conheça exemplos de aplicação desses conceitos na prática

SHARE
, / 0

Por Marcelo Daniel

O ato de mudar ou transformar o mindset está ligado a ressignificar experiências, bem como, à percepção da realidade – e, com isso, estar mais aberto a novas habilidades e conhecimentos.

No mundo corporativo, em linhas gerais, os exemplos mundialmente conhecidos desse tipo de transformação são os aplicativos de sucesso como Airbnb, Uber, Spotify etc. O que essas propostas revolucionárias têm em comum? 

Foco no usuário

Elas não foram desenvolvidas por instituições já estabelecidas no mercado, mas por outros agentes, que inovaram e revolucionaram a forma como esses serviços eram distribuídos e utilizados, para atender, em massa, às necessidades. 

“No segmento de educação, essa proposta resulta em recursos cada vez mais intuitivos, que demonstrem resultados analíticos, privilegiando a experiência do usuário (UX) – como alunos e professores”, afirma a consultora do Grupo A, Fernanda Furuno.  

Interface amigável

As experiências dessa “nova geração” de ferramentas são baseadas em produtos com interfaces amigáveis. “Com interações descomplicadas, design clean, simples e que são divertidas de usar – em qualquer device”, pontua a consultora.

Experiência transformadora

Alunos do Centro Universitário Sumaré, em São Paulo, utilizam um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) como ferramenta de transformação, já no primeiro dia de aula. “Não é apenas um repositório de conteúdo, podemos extrair dessa ferramenta exercícios, jogos, debates, análise de performance etc”, afirma o pró-reitor, Edgar Ishibashi. 

Personalização do conteúdo e do tempo

Na plataforma de aprendizagem utilizada pela Saint Paul Escola de Negócios, em São Paulo, os alunos dos cursos de MBA e pós-graduação assistem às aulas, fazem avaliações e recebem conteúdo com base em tecnologia de inteligência artificial, que se adapta às necessidades de aprendizagem. 

E mais, desenvolvida com intenso planejamento em UX, oferece ainda a possibilidade de assinatura, para assistir aos vídeos e fazer o curso em um consumo “on demand”. 

“A personalização passa, também, pelo tempo, com os micro momentos: aulas com duração entre cinco e dez minutos, que são construídas assim e a plataforma ajuda o aluno a encaixar o melhor conteúdo para aquele momento”, explica o diretor de Inovação e Transformação Digital, Marcos Sanchez. 

As experiências acima descritas utilizam, em algum momento, recursos e aplicações das plataformas disponíveis pela Blackboard, líder mundial em tecnologias educacionais. Quer começar a usar tecnologia na sua instituição de ensino superior? Clique aqui e veja por onde começar.

tecnologia educação mindset
Entenda como a mudança de mindset se enquadra no dia a dia das IE (foto: divulgação)

Leia também:

O impacto das tecnologias no curso de Direito

Número de idosos matriculados em cursos de graduação aumenta 46,3%

Comentários

comentários

 youjizz

best replica watches

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN