NOTÍCIA

Formação

Pessoas com deficiência na universidade – desafios e novas perspectivas

Edu O. fala sobre a limitada percepção dos bípedes

Publicado em 14/06/2024

por Ensino Superior

Edu O. Edu O. é professor e dançarino (foto: arquivo)

Edu O. é professor da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia. É dançarino e coreógrafo do Grupo X de improvisação em dança, que surgiu dentro da UFBA e já percorreu várias cidades no mundo todo. No novo episódio do Podcast Gestão do Ensino Superior – Prosas, ele compartilha a sua trajetória de artista e acadêmico e como essas duas vertentes puderam se encontrar.

Primeiro professor universitário de dança cadeirante do país, o educador recorda a infância no município de Santo Amaro, Bahia, quando acompanhava filmes e novelas, e acendia em si o desejo de ser artista. “Eu não me reconhecia pela falta de representatividade de pessoas com deficiência nas artes, na mídia e nos espaços em geral. Isso melhorou um pouco, mas continuamos ausentes, inclusive na formação”, conta.

De acordo com o Censo da Educação Superior do Inep, de 2022, apenas 0,8% das matrículas nas faculdades e universidades foram de pessoas com deficiência, englobando, nesse item, os alunos com deficiência, transtornos globais de desenvolvimento e superdotação. O percentual atesta as dificuldades de acesso ao ensino superior para pessoas com deficiência. “Esse dado é grave. E não é só entrar, abrir a porta e dizer ‘entre’. Como é que a gente permanece? Como as metodologias se estabelecem para acolher essa diversidade?”, indaga o professor.

 

Leia também: Novas regras para licenciaturas e Enade

 

Sobre os desafios para a permanência das pessoas com deficiência nas instituições de ensino superior, cita os impactos  da falta de acessibilidade urbanística. “Fora a metodologia aplicada pelos docentes. Existem professores que apresentam falas altamente capacitistas e que apresentam desejos de ausência dessas pessoas por não saberem lidar com as deficiências”, menciona. “Essas pessoas não deveriam ocupar esses espaços porque existem pessoas que já sabem lidar.”

Com apresentação dos jornalistas Sandra Seabra Moreira e Gustavo Lima, o episódio está disponível nas principais plataformas de podcasts. Acesse o canal de sua preferência e acompanhe a conversa na íntegra.

 

Para ouvir:

Para ver:

Autor

Ensino Superior


Leia Formação

Universidade indígena

Da aldeia à academia – a luta para preservar a cultura dos povos...

+ Mais Informações
Educação digital

Educação digital, transformadora na educação contemporânea

+ Mais Informações
Pessoas com deficiência nas IES

Pessoas com deficiência impulsionam a pesquisa na universidade

+ Mais Informações
Divertida Mente

Educação emocional, tarefa que se deve cumprir divertidamente

+ Mais Informações

Mapa do Site