Coronavírus: aulas online ao vivo se tornam alternativas para o ensino superior privado

Instituições explicam que essa metodologia se difere da EAD e contam quais plataformas têm utilizado

SHARE
, / 4

Aulas online ao vivo estão sendo a saída de instituições como ESPM, Unifeob, FIAP, Uniararas e as do grupo educacional Ânima, para driblarem a distância com seus alunos e evitarem prejuízos ao ano letivo, uma vez que o período de isolamento por conta do Covid-19 ainda é incerto. Esse modelo acontece com apoio de plataformas e ferramentas digitais colaborativas cujas aulas, geralmente, são realizadas nos mesmos horários que eram as aulas presenciais.

Leia: Cinco ferramentas gratuitas para realizar aulas online

O diretor-executivo do Semesp, Rodrigo Capelato ressalta que essa metodologia de ensino “é muito diferente do tradicional modelo de EAD [educação a distância], no qual os conteúdos são em grande parte gravados e reaproveitados em larga escala, o que permite uma redução de custos a essa modalidade”.

Na ESPM, todos os cursos presenciais estão sendo realizados online e ao vivo pela plataforma Canvas e ferramenta Zoom. “Desde que a crise do novo coronavírus começou, tivemos que transformar toda a nossa operação acadêmica. O nosso objetivo foi manter o mesmo padrão de qualidade das aulas presenciais, oferecer aos estudantes uma rotina de estudos e aos nossos professores as melhores condições para lecionar a distância”, explica Dalton Pastore, presidente da instituição.

Sem parar

aulas online ao vivo
Foto: Shutterstock

Indo na mesma linha, a Unifeob está em sua terceira semana de aulas online e ao vivo. “Estamos usando as ferramentas do Google for Education, com aulas síncronas diariamente em todas as turmas presenciais, além de vídeos, webinares, e outras atividades complementares. Treinamos os profissionais e ampliamos o nosso armazenamento em nuvem para atender às necessidades dessa virtualização do ensino presencial”, conta o reitor da Unifeob, João Otávio Bastos Junqueira, que ressalta que a plataforma do Google permite acesso por celular, sendo uma saída para alunos que não possuem computador.

Leia: O impacto da crise econômica na juventude

Na Fiap, os cursos presenciais de MBA seguem há 16 dias com toda grade em transmissão ao vivo pela plataforma Zoom. Já os cursos de graduação presencial estão sendo realizados ao vivo via Microsoft Teams. “A instituição promoveu capacitação online com professores e enviou orientação aos alunos de como acessar e baixar os softwares”, explica Leandro Rubim, diretor de digital learning da Fiap.

O grupo Ânima fechou parceria com a plataforma Zoom para as aulas se transformarem em virtuais. Marcelo Battistella Bueno, CEO do grupo, explica que os professores continuam os mesmos, com a única diferença do ensino ser remoto.

Leia também:

Diminuição das mensalidades pode afetar professores e até quebrar instituições de ensino superior

Ensino superior: quem são os professores do EAD

Artigos relacionados

Comentários

comentários

 youjizz

best replica watches

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN