my site my site my site

5 aspectos para garantir crescimento sustentável no pós-pandemia

CEO da empresa Otimize-TI destaca a importância de saber usar a tecnologia a favor da instituição de ensino e com foco também na relação aluno e professor

SHARE
,

“A tecnologia nos dá o poder de sermos agentes transformadores.” Esse foi o principal ponto destacado por Edigar Antonio Diniz Junior, CEO e fundador da Otimize-TI, durante o painel Ponto de inflexão para um crescimento forte e sustentável – 5 aspectos chaves para garantir um crescimento sustentável pós-pandemia, oferecido pela empresa SEI – Plataforma Educacional no 23º Fnesp, maior fórum do ensino superior privado da América Latina.

Segundo Edigar, há cinco aspectos importantes para garantir um crescimento sustentável nas instituições de ensino superior em um período de pós-pandemia, são eles: agentes de transformação; desmaterialização; tecnologia; personalização e experiência. Aliás, o CEO é defensor de aulas e matrizes fluidas, que implementem temas flexíveis para garantir uma relação aluno e professor muito maior com o uso da tecnologia.

“Toda revolução, tudo que está acontecendo no mundo, passa pela tecnologia”, disse Edigar Antonio Diniz Junior.

É tempo de otimizar

Juliane Guelere, gerente de registros acadêmicos na Univesp e Simone Telles, diretora acadêmica na mesma instituição, também participaram do painel e reafirmaram, por exemplo, a importância da tecnologia no processo didático, porém destacando que “mais do que nunca devemos otimizar os processos e investir em tecnologia de ponta e em um time de qualidade que entende do seu processo”.

Sobre modelos de ensino a distância, elas reforçaram que é possível ter um ensino de qualidade no EAD e que, dessa forma, é preciso mirar para a frente: “não estamos atrelados a quatro paredes”.

O 23º Fnesp acontece de 27 a 29 de outubro na capital paulista e destaca, sobretudo, os principais assuntos voltados à educação superior privada. Por conta da pandemia, este ano o evento está sendo pela primeira vez híbrido e tem como propósito apoiar as instituições de ensino em seus desafios presentes e futuro.

No site oficial do Fnesp, os organizadores destacam que o evento foca em soluções que colaboram para que as IES façam a transformação digital, dediquem-se à compreensão sobre o mercado de trabalho e seus impactos no currículo e possam atuar em redes de cooperação, reduzindo custos operacionais.

Leia também

Nos EUA, rapazes optam pelo trabalho a curso superior

O “carro de professora” e o exercício da docência

Comentários

comentários

 youjizz

best replica watches

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN