NOTÍCIA

Formação

Aprendizagem baseada em projetos como aliada no ensino online

Head de uma fundação internacional, Leandro Costa destaca o método PBL como facilitador no processo de medição de conteúdo

Publicado em 14/01/2021

por Redação Ensino Superior

leandro-costa-empreendedorismo Leandro Costa já foi coordenador do Centro de Empreendedorismo do Unisal

Empreendedorismo e avaliação da aprendizagem no ensino online são destaques da nossa conversa com Leandro Costa, head da Wadhwani Entrepreneur — Brasil, uma fundação estadunidense que apoia pequenas e médias empresas a gerarem emprego. A Wadhwani também prepara as instituições de ensino para ofertarem cursos que visam promover nos alunos a formação empreendedora, a criação de negócios e o desenvolvimento de competências.

Leia: UDF insere plataforma de competências empreendedoras na aprendizagem de seus alunos

Confira a entrevista.

Como a educação empreendedora pode ser ainda mais útil em temos de pandemia?

Se a gente pensar nessa área como um meio para o desenvolvimento de competências empreendedoras, ela se torna extremamente útil nesses tempos.

Uma das bases da educação empreendedora — independente de criação de negócios ou não — é colocar nossos alunos em situações que requerem imprevisibilidade, colaboração, iteração, experimentação, criatividade, enfim, um pool de competências que são essenciais para esse “novo normal”.

Leia: UNDB inova e adapta método Peer Instruction para avaliar os alunos na pandemia

aprendizagem baseada em projetos
Leandro Costa já foi coordenador do Centro de Empreendedorismo do Unisal

Nesse período de coronavírus, a Wadhwani Entrepreneur elaborou ou intensificou cursos online?

Nossos cursos já eram adaptados para o blended learning [ensino híbrido], porém, ainda assim, com uma característica muito mão na massa nas atividades que eram presenciais. Foi um trabalho intenso da nossa equipe para adaptar todas essas atividades e também toda a jornada de criação de negócios para um ambiente 100% online. E chegamos ao final com um manual para os beneficiários, além de nossos cursos adaptados e mais a criação de dois programas da nova geração de jornadas oferecidas pela WF, o Activate e o Ignite, ambos voltados para inspirar e gerar novos negócios em nove a 12 semanas.

Como medir a absorção de conteúdo em aulas online?

Nós, na verdade, trabalhamos com o project based learning [aprendizagem baseada em projetos], portanto, fazemos o inverso: o conteúdo é demandado enquanto os alunos estão criando novos negócios. E nossa avaliação se faz pela qualidade dos projetos gerados. Fazemos isso medindo quatro diferentes “check-points” durante o curso. E essa medição é feita pelo facilitador, pelo gerente do programa e também por jurados externos do mercado de trabalho — garantindo qualidade de execução e de aprendizagem. E tudo isso em base a uma rubrica com critérios e pontuações objetivas para a parte mais importante da avaliação que é o feedback para nossos alunos.

Este conteúdo contou com o apoio de Marisa Bilard.

Leia também:

Indiano zera casamento precoce e é eleito o ‘melhor professor do mundo’

Como desenvolver a criatividade e o pensamento crítico

Autor

Redação Ensino Superior


Leia Formação

Pessoas com deficiência nas IES

Pessoas com deficiência impulsionam a pesquisa na universidade

+ Mais Informações
Divertida Mente

Educação emocional, tarefa que se deve cumprir divertidamente

+ Mais Informações
EAD

Regras do MEC para o EAD impedem de estudar quem mais precisa

+ Mais Informações
Checklist,Quality,Management,With,Quality,Assurance,Or,Qa,And,Quality

Compliance é a primeira pós da LEC

+ Mais Informações

Mapa do Site