NOTÍCIA

Formação

Matemática também se aproxima do mercado

Uso de métodos analíticos quantitativos se torna indispensável na criação de conhecimento

Publicado em 26/01/2024

por Ensino Superior

matemática

A aproximação das IES com o mundo corporativo tem sido pauta de conversas entre gestores. Para Luiz Max, professor da Escola de Matemática Aplicada da Fundação Getulio Vargas (FGV EMAp), essa relação é fundamental para a qualificação da tomada de decisões no setor produtivo. O docente também destaca que, em um mundo cada vez mais conectado, o uso de métodos analíticos quantitativos se torna indispensável na criação de conhecimento a partir da informação disponível.

Neste sentido, “a matemática é a linguagem universal que subjaz todas as áreas analíticas como machine learning, inteligência artificial (IA) e ciência de dados”, pontua Max. A matemática também foi destaque no último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que – de acordo com os resultados divulgados pelo Inep – teve média de 534,9 pontos, ficando abaixo apenas da média de redação (641,6). A cientista Sonia Guimarães conta estar surpresa com o resultado e indica que “as melhores médias de matemática podem estar relacionadas ao maior interesse pelas ciências da computação, que exigem bom conhecimento em matemática e é a profissão com melhores expectativas de futuro.”

Sonia relata que, em conversa com uma aluna que obteve nota 900, a estudante contou que irá cursar ciências da computação. Também professora Ph.D. de física experimental do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), a especialista enfatiza que, “para conseguir fazer engenharia da computação no ITA, as médias do vestibular têm que ser melhores que as outras pessoas que já estudam nele.”

Workshop

 

Visando o estreitamento de laços com diferentes áreas, como saúde, direito, energia e agronegócio, a FGV EMAp promoverá o workshop “Matemática na Indústria”. Voltado para alunos de graduação e pós-graduação que tenham interesse em aplicar desde técnicas quantitativas a problemas concretos do mercado. O evento acontece entre os dias 29 de janeiro e 2 de fevereiro, na sede da Fundação.

Durante o workshop, serão organizados grupos de trabalho com a participação de alunos, professores e pesquisadores da EMAp, e profissionais de empresas. Ao longo da semana, os grupos se dedicarão a um problema específico proposto pelas empresas e apresentarão soluções ao final do evento. 

Em balanço sobre o que diferenciaria as IES em 2024, Sonia Guimarães e a vice-reitora da Unifeob,  Danielle Rodrigues, também ressaltaram a aproximação com as empresas. Na ocasião, Sonia defendeu a coligação como um caminho para compreender o que falta no mercado e o que as indústrias procuram.

 

Revista Educação | Alucinações numéricas

Autor

Ensino Superior


Leia Formação

Ruy Guerios

Caminhos para atrair e reter alunos na educação básica

+ Mais Informações
Habilidades e saberes

Habilidades e saberes têm prazo de validade

+ Mais Informações
Elas na Montanha.

Evento foca no bem-estar de médicas negras

+ Mais Informações
Estabilidade emocional

Cultivar a estabilidade emocional nos espaços educativos

+ Mais Informações

Mapa do Site