Dicas para não errar na escolha de um curso EAD

Ivete Palange, da Associação Brasileira de Educação a Distância, aponta cinco fatores que devem estar no radar de quem pensa em adotar essa modalidade

SHARE
, / 2

A expansão do ensino a distância (EAD) é um fato. Tanto que o Censo da Educação Superior de 2018 – o último a ser divulgado – aponta que, enquanto as matrículas do ensino presencial tiveram queda de 2%, o EAD subiu 17% e representa cerca de 20% da modalidade optada pelos estudantes de graduação.

Leia: José Pacheco: aula não ensina, prova não avalia

Para orientar o futuro estudante, Ivete Palange, conselheira da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED) e consultora no desenvolvimento de projetos educacionais presenciais e a distância para diversas instituições, dá algumas dicas sobre o EAD:

ead
Foto: Shutterstock

1. Observe se dispõe de profissionais bem capacitados

É importante que o curso seja desenvolvido por professores capacitados. “Procure conhecer quem são os especialistas responsáveis pelo curso e quais as metodologias e recursos de ensino usados”, ressalta.

2. Preste atenção à tecnologia empregada nas plataformas

Uma das bases do ensino a distância é, justamente, o emprego da tecnologia no processo de aprendizagem. Desta forma, é necessário verificar se os recursos básicos de vídeo-aulas, exercícios interativos e as plataformas de tutoria online estão presentes.

Leia: EAD tem oferta superior à demanda

3. Conheça os polos presenciais

Em alguns cursos EAD, há atividades presenciais como avaliações, seminários, apresentações de Trabalho de Conclusão de curso (TCC) e estágios. As instituições dispõem de polos presenciais, com bibliotecas digitais e físicas, laboratórios e orientadores presenciais. “Eu indico agendar uma visita às dependências do polo para conhecer os educadores, as instalações, os sistemas e as metodologias”, orienta.

4. Confira a avaliação do curso no MEC

A nota atribuída ao curso pelo Ministério da Educação (MEC) indica a qualidade dos requisitos necessários ao ensino a distância. O credenciamento da instituição e a avaliação do órgão é uma garantia para o aluno receber o diploma do curso superior, com validade em todo território nacional.

5. Verifique as características da comunicação do aluno com a instituição

A instituição de ensino deve oferecer aos alunos um bom canal de comunicação para facilitar o estudo, torná-lo mais dinâmico e resolver os possíveis problemas referentes ao conteúdo ou de acesso ao curso. “Ele pode ser utilizado para tirar dúvidas sobre os conteúdos das aulas ou para resolver problemas de acesso à plataforma online, por exemplo”, acrescenta.

Leia também:

Faculdades adotam modelo de ensino dual

Estratégias de captação: por onde seguir?

Artigos relacionados

Comentários

comentários

 youjizz

best replica watches

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN