Líderes educacionais discutem a renovação do atual modelo acadêmico

O Fnesp acontece em 26 e 27 de setembro, na capital paulista, e contará com a presença do ministro da Educação do Brasil, da finalista do ‘Nobel da Educação’ e de representantes das Universidades de Harvard e Coimbra

SHARE
, / 0

O maior fórum de ensino superior da América Latina, o Fnesp, chega à sua 21º edição com o intuito de debater a temática Mudança de mindset: uma nova forma de pensar a educação.

Para isso, o evento, que acontecerá em 26 e 27 de setembro, em São Paulo, contará com uma extensa programação sobre a necessidade de mudar radicalmente a forma de conceber a educação em função da Quarta Revolução Industrial.

Leia: Leandro Karnal: “a universidade ainda não foi superada”

A abertura será feita pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, que apresentará as ações do MEC para o ensino superior. Na sequência, o professor e filósofo Leandro Karnal fará uma apresentação em torno do tema Um novo olhar para uma nova realidade. O filósofo estimulará reflexões nos participantes sobre os impactos da tecnologia no mundo da educação e o sobre o novo papel dos líderes educacionais, lembrando da importância de uma gestão atenta às necessidades atuais.

A reconfiguração de cursos e currículos será o tema da palestra Ensino à prova de robôs, que será feita por David Garza, reitor da Tec de Monterrey, e Conrado Schlochhauer, fundador da Teya, rede que conecta diferentes iniciativas nas áreas de inovação e aprendizagem.

Novo olhar

O Fnesp também apresentará cases de instituições de ensino brasileiras que mudaram seu mindset institucional. Oto Roberto Moerschbaecher, pró-reitor da Univates, e Daniel Puffal, da Unisinos, são os convidados dessa apresentação.

A professora brasileira Débora Garofalo, finalista do Global Teacher Prize, Ricardo Paes de Barros, do Instituto Ayrton Senna, Angelica Natera, diretora executiva da Laspau, Francisco Marmolejo, do Banco Mundial, Luis Alcoforado, da Universidade de Coimbra, e Eriz Mazur, da Universidade de Harvard, são outros palestrantes do fórum.

Para o Semesp, organizador do Fnesp, a necessidade de mudar radicalmente a forma como entendemos e lidamos com os acontecimentos sociais deve ser cada vez mais explorada pela educação superior. “As transformações sociais exigem uma mudança de mindset de nossas lideranças, porque não dá mais para fazer as mesmas coisas nesse mundo em transformação e esperar pelos mesmos resultados”, diz Fábio Reis, diretor de Inovação e Redes de Cooperação do Semesp. “Para obter resultados diferentes, é preciso que as IES façam coisas diferentes, o que exige uma drástica mudança na forma de pensar”.

Leia: EAD tem oferta superior à demanda

Fnesp modelos acadêmicos
O evento do ano passado teve como teve a Indústria 4.0 (foto: Gustavo Morita)

HackLab

Se não bastasse as palestras, voltadas aos gestores educacionais, desde o ano passado o Fnesp também oferece atividades para os universitários por meio de um HackLab, uma maratona empreendedora que estimula estudantes a elaborarem soluções reais para problemas do setor de ensino superior.

Os alunos se inscreveram gratuitamente (com prazo até o fim de agosto) e os selecionados desenvolverão nos dias 25, 26 e 27 de setembro um projeto que terá todo apoio de especialistas – incluindo um laboratório de prototipação – para ser apresentado no último dia do Fnesp.

Neste ano, o HackLab oferecerá ao projeto vencedor o valor de R$ 8 mil e uma aceleração de três meses na Future Education, primeira aceleradora de startups de educação do Brasil.

No ano passado, a maratona maker reuniu 32 estudantes de instituições de ensino públicas e privadas. A proposta vencedora de 2018, o Projeto Vivir, voltado a deficientes visuais, está sendo aperfeiçoada junto a estudantes dos Estados Unidos e com apoio do Google.

Para ter acesso à programação completa, clique aqui.

Serviço:

21º Fnesp

De 26 a 27 de setembro

Endereço: World Trade Center de São Paulo

Av. das Nações Unidas, 12551 – São Paulo/SP

Leia também:

Na rede privada, quase metade dos alunos têm financiamento ou bolsa

Instituições públicas e privadas trabalharão em conjunto para resolver desafios da área tecnológica

Artigos relacionados

Comentários

comentários

best replica watches

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN