my site my site my site

Grupo Marista e FTD Educação estão à procura de startups de educação

A ação será realizada em parceria com a aceleradora Future Education e vai contemplar até oito edtechs

SHARE
, / 2

Durante três meses, até oito edtechs – startups que atuam com educação – serão capacitadas pela primeira aceleradora focada exclusivamente no setor educacional do país, a Future Education. Elas terão como missão desenvolver soluções inovadoras para a educação básica, o ensino superior e a área editorial.

A iniciativa é do Grupo Marista, detentor da FTD Educação, da PUC-PR, além de 18 colégios privados, 23 unidades e escolas sociais. Ao todo, cerca de 10 mil colaboradores e 68 mil estudantes da educação básica à educação superior serão impactados.

Leia também:

Conheça a startup que consegue captar o sentimento dos alunos utilizando inteligência artificial

O CEO da Future Education, Thiago Chaer, explica que os empreendedores selecionados construirão um novo modelo de negócio educacional. “Nosso objetivo com este programa é acelerar edtechs que possam contribuir para os propósitos de inovação do Grupo Marista e da FTD Educação, e que desenvolvam soluções para a aplicação de novos modelos disruptivos, que deve incluir desde inteligência artificial até o uso massivo de dados sobre aprendizagem”, afirma.

Startups de educação na mira

Podem participar startups em estágio de prototipação, ou seja, cujos testes com o público-alvo estejam em andamento. As inscrições se encerraram em 29 de maio.  

Ainda sobre a seleção, as edtechs deverão entregar um protótipo relacionado a um dos temas do programa: educação básica, em que devem personalizar o processo de aprendizagem com o apoio de tecnologias educacionais; ensino superior, com soluções que crie vínculo entre o aluno e a instituição durante sua passagem escolar; e editora, com foco no aperfeiçoamento das experiências em sala de aula e fora dela.

“Transformar o país por meio da educação é nossa missão como Grupo Marista, e parcerias como essa trazem novos olhares e novas formas de pensar em soluções educacionais adequadas a cada um dos segmentos que atuamos”, diz Paulo Serino, superintendente do Grupo Marista.

Do papel para o mercado

Todas as edtechs inscritas receberão feedback dos organizadores. Já as selecionadas serão apresentadas ao mercado educacional e receberão mais de R$ 100 mil em benefícios por meio da rede de parceiros da Future Education (IBM, Hubspot, entre outros).

O superintendente da FTD Educação, Antonio Rios, afirma que a velocidade com que as novas soluções tecnológicas surgem demanda dos educadores e gestores a necessidade de se conectar com o universo das edtechs. “As novas tecnologias estão transformando a forma como as pessoas interagem no consumo de produtos e serviços”, conclui. 

startups de educação
Foto: Shutterstock

Leia também:

Ensino híbrido é aposta de startup para engajar os alunos

Novos horizontes, novos projetos para inovar na educação

Comentários

comentários

 blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN