NOTÍCIA

Gestão

Governo de SP prevê retorno gradual das aulas em setembro

Porém, decisão só acontecerá se todas as cidades de São Paulo estiverem na fase amarela

Publicado em 24/06/2020

por Redação Ensino Superior

governo-sp-retomada-das-aulas Foto: reprodução governo de SP

O governo de São Paulo anunciou hoje, 24, que o retorno gradual das aulas presenciais está previsto para 8 de setembro, com cada instituição recebendo apenas 35% de seus alunos. A decisão vale para o ensino superior, profissionalizante e educação básica de todo o estado.

O retorno gradual ocorrerá em três períodos, todos respeitando o distanciamento de 1,5m de distância e uso obrigatório de máscaras para estudantes e colaboradores.

Leia: Guia oferece 28 ações práticas para instituições de ensino adotarem após o isolamento

O Plano SP

1ª etapa: retorno de até 35% dos alunos;

2ª etapa: retorno de até 70% dos alunos;

3ª etapa: retorno de 100%, o ‘novo normal’.

governo de SP retorno das aulas
Foto: reprodução governo de SP

Contudo, para essa primeira etapa acontecer será necessário o estado permanecer na fase amarela, tida como de flexibilização, por 28 dias. Ou seja, caso o cenário se agrave ainda mais o ensino presencial não voltará em 8 de setembro. Para manter o setor informado, o governador anunciou que em 4 de setembro haverá outro pronunciamento comunicando se a data de retorno será mantida.

Já para se chegar à segunda etapa, todas as cidades de São Paulo deverão estar na fase verde por um ciclo de 14 dias. O novo normal só deverá acontecer quando o estado chegar à última fase de flexibilização.

Atividades práticas laboratoriais de ensino superior e profissional poderão ser realizadas apenas para a conclusão de seus formandos desde que a região se mantenha na fase amarela por pelo menos 14 dias.

No pronunciamento de hoje, o governo recomenda ainda que as instituições educacionais adotem o ensino híbrido, que mescla aulas presenciais com online, até pelo menos o início da terceira etapa

Retorno das aulas na prática

Bebedouros estão proibidos. O aconselhável é o uso de canecas. Portas devem ficar abertas para ventilação, evitando o toque em maçanetas e lixos deverão ser trocados pelo menos três vezes ao dia.

Além da equipe do governo, a elaboração do plano de retomada teve apoio da USP, Unesp, Unicamp e outras instituições e entidades do setor.

Leia também:

Em seu ‘novo normal’, Eniac manterá opção por aulas online e ao vivo na modalidade presencial

Olgária Matos: Temos de nos organizar para começar a viver de outro jeito

Autor

Redação Ensino Superior


Leia Gestão

Uniube

Expansão no Triângulo Mineiro é resultado de tradição e ousadia

+ Mais Informações
Fernanda Verdolin

Cultura de carreira pode garantir empregabilidade

+ Mais Informações
Marina Feferbaum

Novas demandas mundiais transformam a sala de aula

+ Mais Informações
Taiguara Langrafe é organizador do FinancIES

FinancIES: diretores executivos questionam ensino superior

+ Mais Informações

Mapa do Site