my site my site my site

FAE Centro Universitário se associa a polo de startups

Parceria é com o Distrito Spark CWB e visa acelerar os processos de inovação da instituição

SHARE
, / 1

Por: Everton Drohomeretski *

Com sede em Curitiba (PR), a FAE Centro Universitário tomou uma decisão inédita em sua trajetória de mais de 60 anos: abrigar em suas dependências um parceiro externo, o Distrito Spark CWB. A empresa apoia o desenvolvimento de negócios inovadores, além de atuar como coworking (espaço de trabalho comunitário).

Estabelecida há pouco mais de um ano, a parceria já rendeu projetos interessantes. “O Distrito não veio somente ocupar o 8º andar da FAE Business School, mas trocar expertises que permitam o crescimento e a transformação de ambas as instituições”, declara o gerente regional do Distrito, Gustavo Comeli. Atualmente, o hub abriga quase 20 startups, além de empresas como Rumo, Bosch e BCredi.

Leia também:

Grupo Marista e FTD Educação estão à procura de startups de educação

Aceleração

Na visão de Jorge Apóstolos Siarcos, diretor-geral do Grupo Educacional Bom Jesus (mantenedor da instituição de ensino) e reitor da FAE Centro Universitário, a cooperação entre as organizações está viabilizando avanços educacionais importantes.

Para os alunos é, sem dúvida, uma oportunidade de encurtar caminhos e chegar mais longe. Para dar alguns exemplos, a parceria está possibilitando a formação de alunos mais preparados às necessidades do mercado digital. “O nosso objetivo é formar pessoas que façam parte do time das startups, das organizações tradicionais que precisam evoluir e dos novos modelos de negócios que estão surgindo. Para isso, estamos realizando programas – com o apoio do Distrito – para alinhar as habilidades e competências dos alunos às necessidades do mundo da economia digital e exponencial”, explica a coordenadora do Núcleo de Empregabilidade da FAE, Elaine Cristina de Azevedo Pacheco.

Na área do empreendedorismo, destaca-se a criação do FAE Incentiva, projeto do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo que estimula a criação de novos negócios, dissemina a cultura empreendedora, viabiliza sessões de mentorias com profissionais do Distrito e possibilita a evolução de projetos acadêmicos dentro do hub de inovação.

Outros caminhos

A parceria impacta ainda o público dos programas de pós-graduação. “Por meio de um trabalho colaborativo, especialistas de diferentes segmentos atuantes no Distrito contribuíram para o desenho do novo curso de pós-graduação em Transformação Digital de Negócios da FAE”, pontua a coordenadora do curso, Claudia Cristina Lopes Machado.

Diante de resultados positivos conquistados em tão pouco tempo, o objetivo da FAE é dar continuidade à iniciativa, pois acreditamos que esse projeto – e os próximos que virão com outros representantes do ecossistema empreendedor – tornará a nossa instituição um hub de inovação acadêmica.

*Everton Drohomeretski, pró-reitor de Ensino, Pesquisa e Extensão da FAE Centro Universitário

FACE Centro Universitário startups
Foto: divulgação

Leia também:

Instituições apostam em novos modelos de financiamento estudantil

Comentários

comentários

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN