HackLab Fnesp busca universitários para a criação de projeto empreendedor

Maratona está com inscrições abertas até 23 de agosto. Prêmio é de R$ 8 mil para a equipe

SHARE
, / 2

Estão abertas as inscrições para o HackLab Fnesp, a maratona empreendedora que vai incentivar os participantes a desenvolver soluções reais para problemas do ensino superior brasileiro.

A proposta é que os estudantes universitários se inscrevam de forma individual até 23 de agosto (foi prorrogada) e, depois de selecionados, trabalhem em grupo durante três dias(de 25 a 27 de setembro).

Leia também:

Os robôs já estão entre nós, inclusive no ensino superior

As propostas serão apresentadas a 700 gestores educacionais no último dia do maior fórum do ensino superior da América Latina, o Fnesp, que acontece na capital paulista.

Incentivo

Neste ano, em sua segunda edição, o HackLab oferecerá ao projeto vencedor o valor de R$ 8 mil e uma aceleração de três meses na Future Education, primeira aceleradora de startups de educação do Brasil.

Para se inscrever é necessário enviar um vídeo de até 1 minuto respondendo às perguntas: “Por que você acredita que poderá fazer a diferença na educação superior?” e “Qual das suas habilidades você considera ser a mais importante para o HackLab Fnesp 2019?”. O vídeo deverá ser publicado no Instagram ou no YouTube e seu link deverá ser informado na ficha de inscrição.

HackLab universitários
Alunos durante maratona do HackLab 2018 (foto: Gustavo Morita)

Cultura maker

Seguindo a tendência da cultura mão na massa, o HakckLab é um laboratório equipado com ferramentas tecnológicas para a criação e prototipação de ideias. No ano passado, a maratona reuniu 32 estudantes de instituições de ensino públicas e privadas de setes estados.

“Foi uma experiência incrível ter participado do HackLab Fnesp 2018. Nunca achei que eu conseguiria criar um projeto do zero e desenvolvê-lo em três dias. Seguimos desenvolvendo o nosso Projeto Vivir ao longo desse ano, e agora ele se chama EyeSpace”, conta Sara Rossato De Cesaro, uma das autoras do projeto vencedor de 2018.

Sara explica que o EyeSpace é um desdobramento do projeto apresentaado no HackLab. Ele está sendo aperfeiçoado com a colaboração de três estudantes dos Estados Unidos e com o apoio da Google. “Nosso objetivo é ajudar pessoas com deficiência visual e idosos a se locomoveram e a compreenderem objetos e placas a partir de uma audiodescrição gerada pela câmera do celular. No momento, o aplicativo se encontra em fase de desenvolvimento e testes”, detalha.

Mais informações

Clique aqui e confira o regulamento completo.

O Fnesp acontecerá em 26 e 27 de setembro e o HackLab é uma atividade que faz parte do fórum.

Leia também:

Instituições apostam em novos modelos de financiamento estudantil

Prêmio oferece R$ 50 mil a universitários

Artigos relacionados

Comentários

comentários

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN