Prêmio oferece R$ 50 mil a universitários

Instituto 3M está com inscrições abertas para iniciativa que custeará um projeto individual ou em grupo de estudantes de qualquer curso de graduação

SHARE
, / 0

Alunos de graduação de qualquer curso têm até 9 de agosto para se inscrever no 8º Prêmio para Estudantes Universitários, organizado pelo Instituto 3M em parceria com a Associação AlfaSol.

O prêmio aceita projetos individuais e em grupos das áreas de saúde, educação e meio ambiente. O trabalho vencedor receberá R$ 50 mil para a execução do projeto, que deve produzir impacto social positivo, seja em um bairro, cidade ou no país.

Leia também:

Universidade fornece gratuitamente materiais de ensino e pesquisa

Farmacêutica seleciona projetos de pesquisa de alunos de graduação e pós-graduação

O prazo para a conclusão é de um ano. “Nosso objetivo com esse prêmio é estimular o desenvolvimento tecnológico e a busca por soluções sociais. Queremos viabilizar a implantação de soluções inovadoras, de fácil aplicação e baixo custo”, explica Mara Fioravante, presidente do Instituto 3M.

Fase final

Serão selecionados seis projetos finalistas em que um estudante e seu professor orientador receberão capacitação para desenvolver a proposta de maneira mais eficaz. O vencedor será anunciado em 28 de novembro, durante evento na sede do Instituto, na capital paulista.

Saiba mais e se inscreva clicando aqui.

Para inspirar

O projeto campeão da última premiação, realizada em 2017, foi o Reaproveitamento de materiais vítreos obtidos a partir de resíduos de vidraçarias comerciais para a produção de compósitos vidro-cimento, desenvolvido pela estudante de Engenharia Civil, Isabelle Aparecida Costa, de Toledo (PR), sob a orientação do professor Ricardo Schneider, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). “Ter participado dessa premiação foi um divisor de águas na minha vida.  Passei a ter gosto por pesquisar, criar, inovar”, comenta Isabelle.

Prêmio de impacto

Na mesma edição, o projeto Sistema de empréstimo de equipamentos básicos de saúde, do aluno Lucas Humberto Reinhardt, da FACCAT (Faculdades Integradas, de Taquara – RS) com orientação do professor Fernando Lunardelli, levou menção honrosa e recebeu R$ 10 mil para sua implementação, que tem como objetivo proporcionar uma alternativa às pessoas que receberem equipamentos de saúde, doados ou emprestados, como muletas e cadeiras de rodas.

prêmio universitário
Foto: Shutterstock

Leia também:

Como importar um arquivo do AutoCAD para o Revit

Internacionalização na educação superior: qual o primeiro passo para um projeto bem-sucedido?

Artigos relacionados

Comentários

comentários

 blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN