Senac reformula curso de Moda com colaboração do estilista João Pimenta

Instituição alinha formação com a realidade do mercado ao colocar Pimenta como consultor criativo

SHARE
, / 0

Quando deixou Minas Gerais no final da década de 1980 para morar em São Paulo, João Pimenta começou a trabalhar nas confecções do Bom Retiro, tradicional centro produtor de moda. Foi ali que ele descobriu sua vocação, a de estilista. Hoje apontado como um dos principais nomes da moda masculina e sustentável, Pimenta assumiu mais um desafio: o de consultor criativo do Centro Universitário Senac.

“No início, duvidei da minha capacidade de contribuir com o curso de Moda, pois não tive uma educação formal nessa área. Tudo o que aprendi foi na vivência. Comecei a construção pelo telhado”, brinca o artista ao relembrar os primeiros contatos com o Senac, no início de 2019. Ao longo do ano, contudo, o estilista descobriu seu lado professor-consultor e gostou da experiência.

Leia: Curso de Medicina de Indaiatuba fecha parceria com Stanford e Hospital Sírio-Libanês

Apoio

Além de trazer suas vivências e promover discussões sobre temas importantes no universo da moda, Pimenta deu oportunidade para os alunos expressarem seus talentos. Em seu mais recente desfile na São Paulo Fashion Week foram apresentados cinco looks concebidos pelos estudantes. Pimenta também tem ajudado os alunos a descobrir nichos de mercado com potencial comercial. “Os meninos chegam com aquele perfil tradicional de consumidor, o da mulher rica, alta, magra. Mas esse olhar está defasado. Precisamos olhar para as minorias. Tem muito espaço na moda.”

Tatiana Putti, gerente de desenvolvimento da área de Moda do Centro Universitário Senac, afirma que o objetivo da parceria é alinhar a formação à realidade do mercado de trabalho. Pimenta terá uma participação maior no bacharelado, mas também estão previstas contribuições na pós-graduação e em alguns eventos do Senac.

No papel de consultor criativo, o estilista também contribuiu com a reformulação do curso de Moda. Antes, havia dois bacharelados, um de Estilismo e outro de Modelagem. A partir de 2020, será apenas um programa composto por uma matriz básica e três trilhas: criação, construção e comunicação.

Os alunos terão a liberdade de escolher suas áreas de interesse, dedicando-se a elas na execução dos projetos. “Isso dará identidade ao processo formativo dos estudantes”, conta Putti. No segmento das trilhas, o Senac também abandonou a separação dos alunos por semestre, uma vez que os projetos poderão ser executados na ordem de preferência de cada um. “O papel do professor muda nesse novo contexto. Ele terá um papel muito mais plural, pois lidará com alunos em diferentes níveis e diferentes linhas de interesse. Haverá muita troca”, acredita Putti.

Senac Moda João Pimenta
João Pimenta (no centro, ao fundo) com alunos do Senac durante a São Paulo Fashion Week (divulgação Senac São Paulo )

Leia também:

Projeto de professor de Ciências Biológicas leva conhecimento para comunidades rurais e indígenas

“A educação e o sistema econômico não conversam”

Artigos relacionados

Comentários

comentários

 youjizz

best replica watches

  blog.aidol.asia youngteens.net a-coon.com

PASSWORD RESET

LOG IN